O técnico do Paris Saint-Germain, Carlo Ancelotti, comemorou nesta terça-feira a volta aos gramados do zagueiro Thiago Silva, que retornará aos gramados nesta quarta, no duelo contra o Valencia, quase dois meses depois de ter machucado a coxa esquerda.

Capitão do PSG, o brasileiro está à disposição de Ancelotti para a partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões e deverá formar dupla com Sakho.

“Ele vem trabalhando bem, está em perfeita condição física. Espero poder aproveitar sua qualidade individual para melhorar a qualidade da equipe. É o mesmo para o restante. O importante é que joguemos como uma equipe, como fizemos na ida. Quando o Paris Saint-Germain joga como uma equipe, é perigoso”, comentou o treinador.

O italiano não descartou que David Beckham seja titular, substituindo Marco Verratti, mas lembrou que Thiago Motta também está disponível.

Na partida de ida, em Valência, o PSG obteve uma vitória por 2 a 1. Apesar da vantagem de jogar pelo empate, o Ancelotti garantiu que o time não se limitará a defender.

“Vamos tentar jogar nosso futebol, com nossa qualidade e nossa personalidade. É preciso esquecer o resultado da ida e jogar o melhor possível durante os 90 minutos. Temos que controlar a partida, atacar e defender bem”, salientou.

Sobre as críticas após a derrota para o Stade Reims no último sábado, pelo Campeonato Francês, o técnico italiano lembrou que o PSG continua vivo nas três competições que disputa na temporada, ao contrário de grandes equipes da Europa, como Real Madrid e Barcelona.

“O Barcelona está eliminado da Copa do Rei, o Real Madrid, do Campeonato Espanhol, e nós estamos em todas, com boas chances. Acredito que o trabalho que fizemos até agora foi muito bom. Chegam os momentos mais difíceis da temporada, mas tenho muita confiança”, enalteceu.

Sem mais artigos