Cinco anéis olímpicos gigantes navegaram nesta terça-feira pelo rio Tâmisa para celebrar a marca de 150 dias que faltam para o começo dos Jogos Olímpicos de Londres.

Os anéis ocupam um espaço de 11,5 metros de altura e 25 metros de largura foram transportados em uma plataforma flutuante arrastada por uma barca que os conduziu pelo centro de da capital britânica.

O percurso começou por volta das 12h (horário local, 9h de Brasília) em frente à Torre de Londres, e à Prefeitura, onde os anéis foram recebidos por uma banda de percussão, crianças com cartazes de boas-vindas aos Jogos Olímpicos e pessoas agitando bandeiras do Reino Unido.

Por volta das 13h15 (local, 10h15 de Brasília), a ponte da Torre de Londres foi elevada para abrir passagem à embarcação, que deu um passeio pelo Tâmisa até retornar, ao entardecer, ao local onde havia iniciado a rota.

Por conta da maré, os anéis não puderam passar em frente ao Parlamento britânico e à roda-gigante de Londres, às margens do rio, como estava inicialmente previsto.

Esta iniciativa marca o início de um programa de atuações e eventos culturais gratuitos que será desenvolvido na capital britânica até os Jogos Olímpicos com o objetivo de empolgar a população e fazê-la participar do evento.

“Todo mundo diz que Londres não estará empolgada com os Jogos, mas eu nunca achei isso. As pessoas vêm se mostrando entusiasmadas desde o primeiro momento”, garantiu o prefeito da cidade, Boris Johnson, antes que a ponte da Torre de Londres abrisse suas portas.

Entre os eventos previstos, estão uma ópera flutuante idealizada pelo ator Terry Jones, do grupo de comédia Monty Python, instalações de arte interativa e visitas guiadas por cantos escondidos da capital britânica.

“Estamos criando o maior festival artístico ao ar livre que se viu em Londres. Os cidadãos e os turistas se sentirão parte das comemorações e viverão um verão como nenhum outro”, declarou Johnson, que lembrou que a cidade chega ao evento a tempo e cumprindo o orçamento.

Sem mais artigos