Apresentado como reforço do Córdoba, da segunda divisão espanhola, o meia Paulinho deixou a humildade de lado e se comparou ao melhor jogador da atualidade, o argentino Lionel Messi, do Barcelona.

“Minhas características são um pouco parecidas com as do Messi, mas sem a mesma velocidade”, descreveu-se o jogador de 18 anos, que no ano passado era apontado como joia do Bahia, o que gerou o apelido de ‘Neymar do Fazendão’.

Paulinho, que foi dispensado nas categorias de base de Santos e Cruzeiro, também foi audacioso ao falar dos objetivos com a camisa do Córdoba, atual oitavo colocado da segunda divisão, com 33 pontos: “espero dar muitas alegrias e marcar muitos gols para levar o time à elite”, declarou.

Para conseguir o acesso direto, o time precisa ser um dos dois primeiros colocados. O atual vice-líder é o Almería, que soma 39 pontos.

Outra alternativa é buscar uma vaga no playoff final, que inclui as equipes que ficam do terceiro ao sexto lugar. Como o Barcelona B está em quinto e não pode subir, se o campeonato terminasse hoje, o Sabadell, que está em sétimo, também com 33 pontos, teria a chance de disputar o mata-mata.

Paulinho admitiu estar fisicamente abaixo de seus novos companheiros e por isso aceitou ser submetido a um plano especial de treinamentos para se colocar no nível dos demais.

“Trabalharei em dois turnos, de manhã potencializando a musculatura inferior, e, à tarde, a superior. Espero que todos me ajudem para que eu possa fazer gols e dar passes para conseguir subir para a primeira divisão. Assim, todos ficaremos mais contentes”, afirmou.

Sem mais artigos