Orlando Silva, ministro dos Esportes, está incomodado com o “apetite” do Rio de Janeiro, já que tanto o prefeito Eduardo Paes como o governador Sérgio Cabral querem, de maneira quase que desesperada, abrigar todos os eventos possíveis relacionados à Copa do Mundo de 2014.

Na sexta-feira, Paes aproveitou um evento com Joseph Blatter, presidente da Fifa, Jerôme Valcke, secretário-geral da entidade, e Ricardo Teixeira, que comanda a CBF, para sugerir que a Cidade Maravilhosa (que, no sábado, foi palco do sorteio das Eliminatórias) abrigue o sorteio dos grupos do Mundial, o que deve ocorrer em dezembro de 2013.

A capital fluminense também pode abrigar o IBC, o centro de mídia do maior evento do futebol mundial, além de jogos da Copa das Confederações de 2013 e a final da Copa de 2014. Orlando Silva explicou que “seria muito importante se nós pudéssemos realizar os eventos da Copa em várias cidades e estados do Brasil, até mesmo em cidades que não vão receber jogos; é uma forma de nacionalizar” o evento.

Sem mais artigos