O Augsburg venceu o Bayern de Munique neste sábado (05) por 1 a 0 e pôs fim a uma sequência de 53 rodadas sem derrota dos bávaros no Campeonato Alemão, uma marca que já vinha da temporada anterior.

O técnico do clube bávaro, Pep Guardiola, havia advertido antes do jogo que, para ele, a Bundesliga já estava terminada e que o foco agora era a Liga dos Campeões – e isso se viu já na escalação da equipe, que se parece muito pouco com a que provavelmente enfrentará o Manchester United quarta-feira (09).

Jogadores como Franck Ribery, Arjen Robben e o capitão Philipp Lahm sequer foram relacionados para o banco de reservas.

Manuel Neuer estava no gol, mas apenas por conta de uma lesão de seu reserva, Tom Starke. O espanhol Javi Martínez também jogou, mas porque está suspenso para a partida de quarta.

O Augsburg marcou o gol da vitória aos 32 minutos do primeiro tempo, com Sascha Mölders. O Bayern só apertou na segunda etapa, com a entrada em campo de Mario Götze, David Alaba e Thomas Müller, mas não conseguiu o empate.

A vitória permite ao Augsburg, oitavo colocado, se aproximar das posições que garantem a classificação para a Liga Europa.

Em um jogo-chave na luta contra o rebaixamento, o Stuttgart derrotou o Freiburg por 2 a 0 e ganhou fôlego na disputa. O rival de hoje, por sua parte, perde terreno com a derrota, mas se viu favorecido pela derrota em casa do Nuremberg perante o Borussia Mönchengladbach por 2 a 0.

O Gladbach, que chegou à vitória com um gol de falta do venezuelano Juan Arango e outro de pênalti de Max Kruse, entrou de vez na briga pela classificação à Liga dos Campeões.

Em outra partida da rodada, o Werder Bremen e o Schalke empataram em 1 a 1. O ponto ajuda o Bremen na luta pelo rebaixamento.

Sem mais artigos