O técnico José Mourinho, do Real Madrid, garantiu neste sábado, em entrevista coletiva após a derrota para o Málaga, por 3 a 2, pelo Campeonato Espanhol, que não irá deixar o comando técnico da equipe.

“Não considero renunciar, não temo pelo meu posto, Não sou uma criança, nem estou há dois dias no futebol. Sei que não se tem memória. Conta o hoje, não o ontem, nem os títulos vencidos ou o trabalho realizado”, afirmou o comandante madrilenho.

O português ainda explicou que não pede demissão porque os jogadores o apoiam. “Se sentisse que nos jogadores não querem (seguir trabalhando com ele), sou honesto demais para continuar uma luta perdida”, disse Mourinho, que ainda elogiou sua equipe, comentando que a derrota para o Málaga foi causada por falta de sorte.

O treinador ainda falou sobre como sua equipe deve se portar com a diferença de 16 pontos para o Barcelona, no Campeonato Espanhol. “Se pensarmos na diferença atual não encontraremos motivação. Se pensarmos em orgulho e no que significa o Real Madrid, temos motivação necessária para cada jogo, independente da classificação, para seguir atuando com dignidade” comentou.

Sem mais artigos