Após mais de 20 anos jogando pelo Manchester United, Ryan Giggs foi escolhido para ser o treinador interino, após demissão de David Moyes. Porém, além da técnica, velocidade e entrega pelo time que sempre o levaram a campo, o galês mostrou seu lado “parça” e revelou logo após sua estreia como técnico que não conseguiu dormir no dia anterior, pensando nos jogadores que teria que deixar na reserva e, pior, nos que nem relacionados seriam.

“Não dormi esta noite pensando nos jogadores que ia deixar de fora e no banco. Sou treinador interino, mas também sou companheiro de equipe”, revelou Giggs, que ainda não pendurou as chuteiras aos 40 anos.

Depois, mostrou sua experiência e tratou de colocar os pés no chão após a boa estreia no comando nesse sábado (26), vencendo o Norwich City por 4 a 0, melhor resultado de toda a temporada.

“Não posso me empolgar demais, pois foi só o meu primeiro jogo e é esperado que sempre ganhemos em Old Trafford. Vamos pensar no Sunderland agora e queremos ter um desempenho semelhante”, anunciou, já pensando no próximo jogo.

Porém, o ponta-esquerda galês não pensa em ser treinador tão cedo e quer entrar em campo com seu colegas.

“Vou recomeçar a treinar. Esta semana não deu, mas mal posso esperar por voltar ao gramado”, disse.

Sem mais artigos