O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, disse nesta quinta-feira que fará uma reclamação formal junto à Conmebol devido ao arremesso de uma laranja, que atingiu a cabeça de Neymar no jogo desta quarta-feira contra o Bolívar, em La Paz.

Luis Álvaro disse ao site do jornal “Lance!” que fará um pedido para que a Conmebol reveja seus critérios de segurança, a fim de melhorar as condições das equipes visitantes.

Neymar recebeu a pancada na cabeça quando se encaminhava para uma cobrança de escanteio e teve que ser atendido no gramado. Ao chegar ao Brasil nesta quinta-feira, o atacante disse que não sabe qual objeto o atingiu, mas que sentiu muita dor.

Um jornalista da “TV Globo” disse que no momento em que entrevistava Neymar, após a partida em que o time perdeu para os bolivianos por 2 a 1, recebeu uma garrafada no meio de uma “chuva” de objetos atirados contra os jogadores.

O presidente do Santos disse que os atletas da equipe tiveram que sair correndo para o vestiário e falou que tomará medidas para que isso não se repita.

Sem mais artigos