Responsáveis por uma das melhores lutas da história do UFC, o brasileiro Maurício Shogun e o americano Dan Henderson ganharão uma merecida folga. Ambos receberam 180 dias de suspensão médica após o combate.

Tanto Shogun como Henderson não podem nem treinar com contato físico durante esse período. Enquanto o americano ficará se recuperando de uma fratura no dedão da mão direita, o brasileiro terá de cuidar de uma possível fratura facial e craniana.

Além da lesão, Henderson ganhou a suspensão de 60 dias por uma “luta dura”. Já Shogun teve sua suspensão dividida em 120 dias pela lesão, 45 pelo combate e 60 por laceração da sobrancelha.

Sem mais artigos