Representantes do Brasil em duas Olimpíadas (Pequim e Londres), Lara Teixeira e Nayara Figueira nunca ganharam tanto destaque e repercussão como no início deste mês. Após se vestirem de Chapolin e Chaves, respectivamente, as nadadoras conquistaram o público mexicano e tiveram sua apresentação divulgada nas redes sociais por brasileiros.

A apresentação, que aconteceu durante o 7º World Trophy em Tultitlan, no México, foi algo preparado exclusivamente para esta competição. No entanto, após muitos pedidos, elas já sabem que irão ter de repetir a fantasia, e isso deverá acontecer neste sábado (15) no Clube Paineiras, na Zona Sul de São Paulo.

“Com certeza, se houver pedido para realizar show, evento, uma coisa maior, faremos novamente. Não podemos parar nosso treinamento para fazer só isso, mas nosso objetivo como atleta é divulgar o esporte. No dia 15 no Paineiras, ia ser apenas coreografia, mas todo mundo pediu tanto, que vamos fazer o Chaves e Chapolin”, disse Lara, a “Chapolin”, responsável pela ideia.

“Tinha de ser um tema do México e logo a Lara pensou nesta ideia. A Andreia (técnica do dueto) disse que não sabia como fazer isso. Nós falamos: ‘vamos que o público vai gostar’. Não somos fãs de carteirinha de Chaves, mas assistimos. No fim, ficou uma homenagem e uma coisa divertida para fazer dentro da água” completou Nayara.

Essa repercussão ainda assusta o dueto, que fala com alegria quando relembra a receptividade dos mexicanos.

“A gente não acredita até agora nessa popularidade toda da coreografia. Fizemos a fantasia toda, não deixamos faltar nenhum detalhe, e chegou lá, todo mundo recebeu bem, o público gostou, ficou comentando o tempo todo, ficamos muito felizes e até surpresas”, garante Lara.

Apesar da alegria, Nayara faz um alerta para os que ficaram empolgados com a apresentação. Atuação como a do México não é algo que pode acontecer com frequência.

“Isso mostra o esporte e divulga um pouco mais. Por outro lado, precisamos saber o que é esporte e o que é show, para não confundir. As pessoas não podem achar que poderemos usar essa roupa sempre, não é toda competição que aceita”, alertou pouco antes de Lara atiçar a curiosidade dos fãs.

“Imaginamos várias surpresas para o futuro. Nossa imaginação, nestas competições mais artísticas, vai longe. Faremos muitas surpresas, mas não podemos falar ainda”, finaliza  Lara aos risos.

Durante as Olimpíadas, Lara e Nayara também chamaram a atenção por causa do maiô. O dueto tinha o desenho de partes do corpo humano em sua roupa de competição e conquistou o 13º lugar.

No México, com a homenagem ao seriado Chaves, Lara e Nayara ficaram na oitava colocação. Veja abaixo a apresentação:

Serviço:

Show do Nado (Lara e Nayara mostram apresentação “Chapolin e Chaves”
Preço: gratuito e aberto a todo público, não apenas sócios
Horário: 19 horas

Sem mais artigos