O meia alemão Mesut Özil ainda não digeriu a recusa de seu clube, o Werder Bremen, em negociá-lo com o Real Madrid, e não escondeu sua vontade de jogar pela equipe espanhola.

“Quando se tem uma oferta dessas, qualquer um a aceitaria. É o sonho de qualquer jogador poder atuar em um clube de ponta da Europa”, afirmou Özil, de 21 anos, uma das revelações da seleção alemã na última Copa do Mundo.

A direção do Werder Bremen, clube com o qual tem contrato até o fim da próxima temporada, rejeitou na sexta-feira uma oferta do Real. O gerente do clube alemão, Klaus Allofs, classificou a proposta como “inaceitável”.

“Estou muito triste por isso e levei esse sentimento ao senhor Allofs”, disse o jogador.

O próprio técnico do Real Madrid, José Mourinho, expressou ontem, após o amistoso contra o Bayern de Munique, na Alemanha, certa resignação pela decisão do Werder Bremen.

“É um grande jogador. Mas se não o deixam sair, não podemos fazer nada”, declarou.

Sem mais artigos