Usada por craques como Mario Kempes, Roberto Baggio, Zico, Matthäus, Ronaldinho Gaúcho, Platini, Puskas, Messi, Maradona e Pelé, a camisa 10 em um time de futebol é sinônimo de qualidade e sucesso. No Real Madrid, no entanto, o número não vem dando muita sorte. Desde 2005, quando Robinho herdou a numeração do português Luís Figo, os jogadores que vestiram a 10 fracassaram no Santiago Bernabéu.

Contratado por € 80 milhões (quase R$ 240 milhões), o colombiano James Rodríguez, artilheiro da Copa do Mundo de 2014, com seis gols, tem a missão de quebrar essa ‘maldição da 10’.

De 2005 a 2008

Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2001, quando ainda defendia as cores do Real Madrid, o português Luís Figo deixou o time espanhol em 2005 e o brasileiro Robinho herdou a camisa 10 do craque, iniciando assim a ‘maldição da 10’.

Apesar de iniciar bem sua primeira temporada no clube, com 12 gols, Robinho foi um fracasso em pouco menos de quatro anos no clube. O insucesso no Santiago Bernabéu fez o atacante deixar a equipe em 2008, rumo ao Manchester City.

De 2008 a 2009

Com a saída de Robinho, a camisa 10 ficou com o holandês Wesley Sneijder, contratado com junto ao Ajax com status de estrela pelo Real Madrid. Após atuar a primeira temporada com o número 23, o meia ficou com a 10 e viu seu futebol cair, principalmente após uma lesão sofrida em um amistoso contra o Arsenal. Em 2009, já com Florentino Pérez na presidência, o jogador foi negociado com a Inter de Milão.

De 2009 a 2010

Considerado um dos piores camisas 10 da história do Real Madrid, Lassana Diarra vestiu a numeração do time espanhol durante a temporada de 2009/2010. Contratado por € 20 milhões (R$ 60 milhões) junto ao Portsmouth, da Inglaterra, o francês jogou em uma das únicas temporadas em que o Real não ganhou absolutamente nada.

De 2010 a 2013

O último camisa 10 do Real Madrid foi o alemão Mesut Özil. Destaque da Alemanha na Copa do Mundo de 2010, o meia trocou o Werder Bremen pelo time espanhol. Cheio de altos e baixos, o jogador até que começou bem, mas viu seu rendimento cair após um ano e a concorrência de Di Maria, Isco e Bale fez com que ele fosse negociado com o Arsenal, da Inglaterra.

Sem mais artigos