A partida no Estádio Olímpico de Roma ficou marcada por uma falha grotesca do goleiro dos dos donos da casa, Mauro Goicoechea. Quando o placar apontava empate em 1 a 1, o uruguaio tentou cortar um cruzamento e acabou mandando a bola contra o próprio gol.

A Roma anunciou neste sábado, um dia após a goleada por 4 a 2 sofrida para o Cagliari em pleno Estádio Olímpico, a demissão do técnico tcheco Zdenek Zeman, que deixa o time oito meses depois de ter sido contratado.

Em um breve comunicado, o clube da capital da Itália agradeceu a Zeman e à sua comissão técnica “o profissionalismo e a dedicação” com a qual realizaram seu trabalho durante esse tempo.

A Roma anunciou também que terá como técnico interino o italiano Aurelio Andreazzoli, que já foi assistente de seu compatriota Luciano Spalletti, hoje no Zenit São Petersburgo, e do espanhol Luis Enrique na equipe.

A decisão de demitir Zeman aconteceu após uma reunião entre dirigentes do clube, que, segundo a imprensa local, teve a participação por videoconferência do presidente da Roma, James Pallotta, que está nos Estados Unidos.

O treinador tcheco assumiu a equipe em junho de 2012 e a deixa em oitavo lugar no Campeonato Italiano, com o melhor ataque e a segunda pior defesa. O estopim para sua saída foi a derrota para o Cagliari, que antes do jogo era o 16º colocado do torneio, a três pontos da zona de rebaixamento.

Sem mais artigos