Paulo César de Oliveira, árbitro da polêmica partida entre Palmeiras e Corinthians no último domingo (1º), revelou nesta terça-feira (3) que irá processar o técnico Luiz Felipe Scolari por suas declarações e acusações após o clássico.

“Já acionei meu advogado. Estamos reunindo as gravações e vamos acioná-lo na Justiça comum. Mesmo se a Justiça desportiva o punir, também vamos acioná-lo na esfera comum. O que ele disse foi muito grave”, afirmou o árbitro em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”.

Paulo César também se mostrou surpreso com o clima do jogo. Para o árbitro, a culpa de todo o nervosismo foi das declarações e polêmicas criadas antes do clássico, principalmente após a antecipação do “Jornal da Tarde” sobre a escolha de Paulo César para apitar o jogo.

“Tudo que aconteceu foi em função do que foi criado durante a semana. Clássicos são nervosos, mas esse foi demais. Eu nunca tinha presenciado uma partida tão tensa, nem em Libertadores. Antes de começar, já havia tensão e nervosismo dos jogadores”, revelou.

Após a partida, Felipão afirmou que acreditava que a arbitragem do jogo estava premeditado a prejudicar o Palmeiras. “O que posso dizer é que tudo foi premeditado. A credibilidade do campeonato está em jogo desde o sorteio”, disse Felipão.

Sem mais artigos