Palco de Cuiabá na Copa do Mundo de 2014, a Arena Pantanal atingiu no início de fevereiro 95% de conclusão das obras e a previsão de entrega do novo estádio para a Fifa está previsto para março, segundo informou a Secretaria Extraordinária para a Copa do Mundo em Mato Grosso (Secopa-MT).  O primeiro no local, que servirá como evento-teste para o Mundial, está marcado para 2 de abril, quando o Mixto-MT receberá o Santos pela Copa do Brasil.

“Em março, a arena será entregue. Isso está sendo acompanhado tanto pelo Ministério do Esporte quanto pela FIFA diariamente. Inclusive já há áreas da arena sendo liberadas para montar estruturas da Copa. Estamos preocupados em entregar em março a arena concluída. Em momento oportuno vamos anunciar o dia”, disse Maurício Guimarães, secretário da Secopa-MT.

Faltando apenas 5% para o estádio ficar pronto, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, após participar da abertura da reunião de planos operacionais para a Copa do Mundo em Cuiabá, passou rapidamente pelo Viaduto da Sefaz, obra finalizada e que integra o pacote de intervenções do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), e fez uma visita ao estádio.

As frentes de trabalho na Arena Pantanal concentram-se no acabamento da cobertura, na pavimentação externa e na estrutura de tecnologia da informação. Concluída a cobertura no setor Leste, as últimas etapas de montagem avançam nos outros três setores – Norte, Sul e Oeste, com a fixação do isolante térmico, da membrana TPO e do policarbonato. Quando finalizados, os quatro setores oferecerão 26.800 m² de proteção. Nos camarotes, os funcionários já realizam a limpeza e checklist dos itens necessários. Na área externa, a pavimentação dos quase 300 mil m² está em fase final e a instalação das cadeiras, atrasada por problemas na primeira licitação, está adiantada.

“Houve no passado problemas relacionados com órgãos de controle, um episódio relacionado aos assentos, mas considero que tudo está superado e que Cuiabá e Mato Grosso vão se preparando de acordo com nossas expectativas para a realização de uma grande Copa do Mundo aqui na cidade”, afirmou Aldo Rebelo. “Cuiabá tem o melhor projeto de legado das 12 sedes. É possível olhar e perceber  que a cidade passa por modificações importantes, com novos corredores, com o VLT em construção, e acho que esses benefícios já aparecem na forma de empregos, de projeção da cidade”.

Também já foram instalados itens de segurança, como corrimãos junto às paredes e no meio das escadas, assim como pisos antiderrapantes. Os telões estão instalados. São dois placares eletrônicos em LED de alta resolução, de aproximadamente 76 m² cada. Eles foram colocados nas diagonais, atrás dos gols, para que o sol não interfira na qualidade da imagem. Cerca de 1.300 trabalhadores atuam no canteiro de obras.

Sem mais artigos