O atacante argentino Gonzalo Higuaín, do Napoli,  já está pensando em poder enfrentar e ganhar de sua ex-equipe, o Real Madrid, na Liga dos Campeões se o sorteio colocar os dois times no mesmo grupo.

Em entrevista publicada nesta sexta-feira (23) pelo jornal esportivo italiano “La Gazzetta dello Sport”, o jogador assegura que não guarda nenhum rancor do Real Madrid, pois foi ele quem decidiu ir embora, apesar de o atual técnico, Carlo Ancelotti, ter tentado convencê-lo do contrário.

“Quando começaram as negociações com o Napoli, Ancelotti tentou de todas as formas possíveis me convencer a ficar. Mas eu já tinha tomado uma decisão e achei o projeto do Napoli mais interessante do que outros que me apresentaram”, acrescenta.

O jogador argentino está consciente de que sua chegada ao Napoli acontece em um momento de mudanças para a equipe, não só com um novo técnico, mas também após a saída da qual até agora era sua grande estrela, o atacante uruguaio Edinson Cavani.

“Cavani foi embora e será lembrado por muitos gols que marcou. Eu estou aqui e quereria entrar na história do clube como Maradona, porque meu único objetivo é ganhar. De todo modo, evitaria comparações, não servem para nada. Cada um de nós é consciente de suas próprias aptidões e do que pode fazer. E eu tenho certeza que para este Napoli poderei dar muito”, finalizou.

Sem mais artigos