O Arsenal quer sair das sombras na próxima temporada e, para isso, já pensa em se reforçar – e bem. Para isso, está estudando um gasto recorde na história do clube: R$ 225 milhões de uma vez só iriam para o Borussia Dortmund e o Bayer Leverkusen, mas, em troca, viriam três jogadores de destaque: Mario Götze e Robert Lewandowski, do Dortmund, e Lars Bender, do Leverkusen. A notícia é do site do jornal inglês Mirror desse sábado (30).

O artilheiro polonês, Robert Lewandowski, de 24 anos, também é preterido por outros gigantes, como Manchester United, Bayern de Munique e Chelsea, e, só por ele, os Gunners pagariam quase R$ 77 milhões. Seu companheiro de time, Götze, de 20 anos, é um dos talentos mais promissores da Alemanha, e já é figura constante na seleção.

Bender, de 23 anos, também faz parte da seleção alemã e está fazendo muito boa temporada com o Bayer Leverkusen.

A busca por reforços é vista como prioridade no time londrino, já que alguns dos titulares não convenceram e esta semana o volante francês Abou Diaby se machucou seriamente e deve ficar no mínimo nove meses parado.

Outro jogador que estaria na lista de reforços do técnico Arsène Wenger é o meia francês de 24 anos Maxime Gonalans, atualmente no Lyon, que tem o passe avaliado em cerca de R$ 26 milhões.

Sem mais artigos