Presente na fase de grupos da Liga dos Campeões em todas as edições do torneio desde a temporada 1997/1998, o Arsenal deu nesta quarta-feira (21) um passo importante para manter a sequência ao vencer o Fenerbahçe por 3 a 0 em pleno estádio Sukru Saracoglu, em Istambul, no jogo de ida pela última fase preliminar.

Com o resultado, o quarto colocado do último Campeonato Inglês poderá até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, na próxima terça-feira (27), em Londres. Já o vice-campeão turco terá que vencer por três de frente, desde que balance a rede quatro vezes, ou por uma vantagem ainda maior.

Mesmo jogando fora de casa, o Arsenal buscou o ataque desde o começo e levou perigo aos 18 minutos do primeiro tempo. Giroud recebeu de Cazorla dentro da área e chutou travado. Na sobra, Rosicky rolou para o próprio Giroud, que mandou para fora.

Aproveitando certa frouxidão na marcação adversária, os Gunners assustaram novamente aos 24. Ramsey teve espaço pelo meio, bateu de fora da área e tirou tinta da trave direita.

Ainda antes do intervalo, aos 42 minutos, o time da casa se salvou por muito pouco. Em grande confusão na área, pelo menos três jogadores do Arsenal tentaram mandar para a rede, mas o goleiro Demirel acabou ficando com a bola.

Jogando mal e criando pouco, o Fenerbahçe quase abriu o placar logo aos três minutos da segunda etapa, contando com falha do adversário. Ramsey recuou mal, Kuyt aproveitou e finalizou de fora da área e encobriu o travessão.

A resposta dos visitantes foi praticamente imediata e certeira. Aos cinco, em linda troca de passes, Ramsey colocou dentro da área para Walcott, que tocou para o meio. Embaixo do gol, Gibbs só teve o trabalho de completar e sair para comemorar.

Apesar da vantagem, a equipe de Londres não diminuiu o ritmo e conseguiu aumentar a diferença aos 18. Ramsey apareceu livre no meio, carregou para o pé direito e chutou forte. Demirel ainda encostou na bola, mas ela morreu no canto direito.

A partir daí, o Arsenal passou a administrar o resultado trocando passes, O Fener não tinha forças para reagir e ainda sofreu o terceiro, marcado de pênalti, aos 31. Walcott foi derrubado por Kadlec na área, Giroud cobrou no ângulo direito e deixou o dele.

Os donos da casa ainda criaram algumas chances para diminuir, as principais delas com Kadlec, aos 37, e Emenike, aos 44 minutos, mas em ambas o goleiro Szczesny fechou o gol.

Visitantes se dão bem em jogos de ida da fase preliminar da Champions

Nenhum dos cinco times que jogaram em seus domínios nesta quarta-feira, nas partidas de ida da última fase preliminar da Liga dos Campeões, saiu de campo com a vitória, num dia em que houve dois empates e três triunfos dos visitantes.

Além do Arsenal, outro time que deu um passo importante rumo à próxima fase é o Basel, que, na Bulgária, bateu o Ludogorets por 4 a 2. O time visitante marcou o primeiro gol, com Salah. Marcelinho e Stoyanov ainda viraram para os donos da casa, mas o próprio Salah empatou e Sio e Schär garantiram a virada.

Além de Marcelinho, ex-São Paulo, a equipe búlgara contou com os brasileiros Michel Platini e Junior Caiçara, que foi expulso a pouco mais de dez minutos do apito final.

O Austria Vienna se aproximou de uma classificação inédita ao vencer o Dínamo de Zagreb por 2 a 0 na Croácia, com gols de Leovac e Stankovic.

Em Gelsenkirchen, o PAOK Salônica, do experiente Lino, ex-lateral de São Paulo e Fluminense, empatou com o Schalke 04 em 1 a 1, mesmo resultado do confronto entre Steaua Bucareste e Legia Varsóvia, realizado na Romênia.

Sem mais artigos