O atacante italiano Mário Balotelli, do Manchester City, mostrou mais uma vez o porquê é tido como um dos jogadores mais polêmicos do futebol atual e se pronunciou de forma ríspida após as declarações do ex-zagueiro da seleção  inglesa Sol Campbell, que defende um boicote geral à Eurocopa na Ucrânia e na Polônica, temendo manifestações racistas. Sem papas na língua, o atleta enfatizou que não pensará duas vezes se for provocado pelos torcedores.

 

“Se alguém me jogar uma banana na rua ou no campo, eu serei preso, porque irei matá-lo”, disparou Balotelli em entrevista ao jornal britânico “The Guardian” nesta quarta-feira.Recorrente em casos de racismo, Balotelli foi alvo de manifestações preconceituosas antes da Euro sub-21, em 2009, quando alguns torcedores atiraram bananas em direção ao jogador que estava em um bar em Roma. 

“Foi sorte a polícia ter chegado rápido, porque eu teria acabado com eles”, afirmou o jogador., sobre o incidente.

Sem mais artigos