Dois atletas de Cuba estão sendo investigados pela Procuradoria Geral de Justiça do Estado de Jalisco por conta de um suposto assédio sexual cometido dentro da Vila Pan-Americana.

Segundo o jornal “La Aficion”, uma faxineira do local teria acusado os dois membros de tentarem tocá-la enquanto ela fazia a limpeza em um dos cômodos da Vila.

À polícia, a mulher afirmou que os atletas lhe disseram algumas palavras inapropriadas dentro do cômodo. O relado de que houve tentativa de tocá-la foi feito apenas para dois funcionários da empresa de limpeza que trabalha na Vila Pan-Americana.

O procurador Tomás Coronado Olmos é quem está à frente do bloco e já instaurou dois inquéritos para apurar os fatos.

Sem mais artigos