A bielorrussa Victoria Azarenka ganhou pelo segundo ano consecutivo o título do Aberto da Austrália ao derrotar neste sábado na final a chinesa Na Li, por 4-6, 6-4 e 6-3, em duas horas e 40 minutos, e com isso manteve seu posto de número um do mundo.

A jogadora chinesa sofreu duas quedas durante a partida, uma torção de tornozelo, teve enjôos, e embora tenha vencido o primeiro set, assim como fez há duas temporadas na final contra a belga Kim Clijsters, perdeu os outros dois seguintes.

Se Li tivesse vendido o torneio seria a jogadora mais velha, com 30 anos e 335 dias, a conquistar o Aberto da Austrália. Além disso, Serena Williams assumiria a primeira colocação no ranking.

A chinesa permanecerá na quinta colocação. Azarenka está no primeiro posto há 48 semanas, seguida pela russa Maria Sharapova e Serena.

Este foi o primeiro título do ano e o décimo quinto da carreira de Azarenka. A partida foi marcada por quebras de serviço, treze no total, um número muito alto para uma final de Grand Slam, no qual por muitos momentos manter o serviço foi quase uma tarefa impossível.

Azarenka dominou o jogo até o início do segundo set, quando chegou a fazer 3 a 0, mas no quinto game sofreu uma torção no tornozelo esquerdo. Durante quase dez minutos o fantasma do abandono rondou a Rod Laver Arena, que lembrou a desistência da belga Justine Henin diante da francesa Amélie Mauresmo na final de 2006.

Li voltou à quadra e seguiu lutando, embora com menos força, e acabou tendo o serviço quebrado no nono game para em seguida perder o set.

O descanso no intervalo para o terceiro set durante quase 20 minutos em função dos fogos de artifício em celebração pelo Dia da Austrália foi usado por Li para ser atendida após sofrer nova queda.

Com tantos contratempos, não foi difícil para Azarenka quebrar o serviço de Li por duas oportunidades e vencer o set por 6 a 3.

“Parabéns à Victoria pelos grandes resultados que conseguiu aqui nos dois últimos anos”, disse Li na cerimônia de entrega dos troféus.

“Me encanta jogar aqui, sei que não sou jovem mas tentarei de novo no próximo ano”, prosseguiu a jogadora chinesa, que ganhou a simpatia do público local.
O discurso de Azarenka foi muito mais protocolar e em nenhum momento se referiu à lesão de Li. Além disso, sua fala foi interrompida em alguns momentos por vaias.

O público do Aberto da Austrália não gostou quando na semifinal, na partida contra a
americana Sloane Stephens, Azarenka interrompeu a partida por dez minutos após perder cinco set points.

“Foram duas longas semanas, mas sempre manterei minhas melhores lembranças desta quadra, e as guardarei em meu coração para sempre”, disse Azarenka.

Sem mais artigos