Veja fotos de Neymar

O Barcelona manifestou neste sábado (11) sua indignação com o relatório da Promotoria da Audiência Nacional espanhola sobre a contratação do atacante Neymar, emitido na última sexta-feira (10) e no qual é pedido ao juiz Pablo Ruz que admita o trâmite de denúncia por apropriação indevida interposta contra o presidente do clube, Sandro Rosell.

Segundo o documento, existe a possibilidade de que os contratos sejam “simulados”. Com isso, o promotor José Perals pede ao juiz que dê sequência à denúncia apresentada pelo sócio do Barça, Jordi Cases. “É insólito que o promotor, depois de ter solicitado os contratos com o jogador e as contas anuais do clube, solicite agora novas diligências, sem interessar a declaração do acusado”, pronunciou-se o Barcelona através de um comunicado ofocial.

O clube questiona por que Perals solicita por comissão rogatória ofícios a entidades como a FIFA e o Santos, quando o clube catalão colocou-os à disposição da justiça e inclusive poderia apresentar outras documentações, como fez no último dia 26. “A decisão do promotor estende dúvidas sobre uma operação impecável e que permitiu ao Barcelona contar por 57 milhões de euros com um jogador também invejado por nossos concorrentes. É criticável, além disso, que sejam praticadas novas diligências por condutos que alargarão inutilmente um processo que sempre consideramos infundado e temerário”, argumentou o clube.

O Barça garantiu que a operação para contratar Neymar foi “complexa” e precisou de uma “engenharia de negociação” de caráter confidencial. “Essa era a forma de contratarmos o jogador. Nossos concorrentes estavam dispostos a fazer a mesma operação e por muito mais dinheiro, mas o Barcelona havia se antecipado pela perícia e habilidade de sua equipe de negociação”, defendeu-se.

O clube considera ainda que a complexidade contratual, “denominada pelo promotor em seu relatório como ‘simulação contratual'”, não constitui um delito. “Acreditamos que no relatório o promotor comete um erro por entender o contrário. Por tudo isso e diante da gravidade dos fatos, apesar de confiar na boa ação da Justiça, o Barcelona anunciou que atuará com contundência em defesa da honorabilidade do clube e de seu presidente”, disse o comunicado.

Barcelona expressa indignação por relatório de promotor no caso Neymar

Sem mais artigos