O atacante Barcos usou seu Twitter para negar algumas notícias que têm sido divulgadas. Em seu perfil, o argentino escreveu que não está sendo ameaçado.

“Oi amigos. Saíram algumas notas de que eu era ameaçado e que queria sair do Brasil, mas não é assim. Eu disse que sentia medo disso”, escreveu.

“Não podem colocar palavras, nem textos do que não falo. Ole, Clarin, etc, porque minha família e amigos se preocupam. Perguntem antes. Obrigado”, completou o atleta citando veículos da imprensa argentina.

Essa semana, em entrevista coletiva, Barcos disse que não ficaria em um país que não é o dele caso começasse a sofrer ameaças.

“Sei que a situação está difícil no dia a dia, mas não vou mudar a minha vida, porque seria complicado viver com medo e andar com carro blindado, segurança… Se tiver que viver assim, vou embora. Imagine ficar em um País que não é o meu e ter de andar de carro blindado?”, falou o atleta na ocasião.

Acima relembre boleiros que tiveram problemas com violência

Sem mais artigos