O Bayern de Munique já é campeão da Bundesliga, mas neste sábado (26) enfrentou o bom time do Werder Bremen e somou outra vitória. Os bávaros jogaram bem e, apesar de estarem duas vezes atrás no placar, acabaram goleando por 5 a 2 os Verdes. Mesmo enquanto seus jogadores comemoravam os gols, Pep Guardiola mostrava desolação no banco de reservas, muito provavelmente por causa da morte de Tito Vilanova, que foi seu assistente nos anos de ouro que dirigiu o Barcelona.

Uma das reações, ou melhor, não reação que mais chamou a atenção foi quando o Bayern, que jogava com faixa preta no braço, mostrando luto, conseguiu ficar pela primeira vez com o resultado a favor. O peruano Claudio Pizarro marcava também o seu terceiro gol na partida e comemorava com os companheiros, mas o técnico espanhol parecia não tirar o antigo amigo dos pensamentos.

Um torcedor captou a imagem reproduzida na televisão e inseriu na rede social Vine, e você pode asisstí-la abaixo:

Tito entrou nas categorias de base do Barcelona aos 14 anos, em 1983. Foi quando conheceu Josep Guardiola, iniciando uma relação que o marcou desde então e que muitos anos depois se transformou na comissão técnica do melhor Barcelona de toda a história. Em 2007 o então assistente retornou ao clube catalão e virou auxiliar de Pep.

O ex-técnico do Barcelona morreu nessa sexta-feira, aos 45 anos, vítima de um câncer. Vilanova estava internado na clínica Quirón, em Barcelona, onde foi operado na quinta-feira (25) devido a uma obstrução no estômago, causada por um câncer na glândula parótida contra o qual lutou nos dois últimos anos.

Sem mais artigos