Após derrota para o alemão Andreas Beck e vitória apertadíssima diante do limitado eslovado Martin Klizan, o brasileiro Thomaz Bellucci não resistiu neste sábado (19) às semifinais do ATP Challenger Finals, realizado em São Paulo. Com um tênis irregular, o 37º colocado do ranking mundial repetiu o revés do US Open diante do israelense Dudi Sela.

O tenista número 95 da lista da ATP não deu chances a Bellucci e se impôs ao longo de todo o confronto, vencido por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/4. O resultado decepcionante foi a gota d’água de uma temporada nula do brasileiro, a primeira sem títulos desde 2007.

Em um ano marcado pelo trabalho pouco promissor do paulista com Larri Passos, ex-técnico de Gustavo Kuerten, o ápice foi a inesperada campanha no Masters 1000 de Madri. No saibro espanhol, Bellucci deixou para trás os tops Andy Murray e Tomas Berdych antes de parar de forma honrosa em Novak Djokovic na semifinal. O sérvio líder do ranking mundial bateu o rival de virada, naquela que foi sua partida mais difícil na campanha do título.

Sem mais artigos