O tcheco Tomas Berdych deixou nesta sexta-feira a equipe da República Tcheca muito perto da classificação para a final da Copa Davis ao vencer o duelo contra o argentino Leonardo Mayer por 3 a 1 (6-4, 4-6, 6-3 e 6-4).

Com este resultado e a vitória de Radek Stepanek por 3 a 0 sobre Juan Mónaco, os tchecos abriram 2 a 0 sobre a Argentina no confronto disputado em Praga. Se amanhã os próprios Berdych e Stepanek vencerem o jogo de duplas contra Carlos Berlocq e Horacio Zeballos, garantirão a vaga na decisão.

“Obtivemos um resultado melhor que o esperado”, disse Berdych após sua partida de simples.

Mayer, número 93 do ranking da ATP, jogou de igual para igual contra o quinto melhor tenista do mundo, e em algumas ocasiões calou o público presente à O2 Arena.

No entanto, a experiência de Berdych pesou na maioria dos momentos decisivos e pesou para seu triunfo.

“O ranking conta. Acho que (Berdych) é um grande jogador e há muitos anos que está na mesma posição, enquanto tenho muitos altos e baixos. Nestas partidas complicadas eles (líderes do ranking) têm um algo a mais”, afirmou Mayer.

Na outra semifinal, disputada em Belgrado entre a anfitriã Sérvia e o Canadá, o visitante Milos Raonic venceu uma batalha épica contra Janko Tipsarevic por 5-7, 6-3, 3-6, 6-3 e 10-8, empatando a série em 1 a 1. Na primeira partida, o sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, venceu com facilidade Vasek Pospisil por 6-2, 6-0 e 6-4.

Amanhã, Nenad Zimonjic e o próprio Djokovic ou Ilia Bozoljac – o técnico da Sérvia não definiu quem vai jogar – vão enfrentar nas duplas Daniel Nestor e Vasek Pospisil, que pretendem ajudar o Canadá a chegar a sua primeira final na Copa Davis.

Sem mais artigos