O técnico do Athletic de Bilbao, o argentino Marcelo Bielsa, falou sobre a gravação feita durante uma conversa sua com seus jogadores após a derrota para o Barcelona na final da Copa do Rei, no dia 25 de maio, e que foram divulgadas nesta quinta-feira.

No áudio, Bielsa faz duras críticas aos atletas, que naquele momento perdiam a segunda final de campeonato na temporada. Antes, eles já haviam sido vice-campeões da Liga Europa.

‘El Loco’ considerou o vazamento de informações uma “distorção muito vergonhosa” feita pela imprensa e lamentou que a prática seja, segundo ele, habitual.

“Essa prática acontece com grande frequência. Neste caso, ficou um pouco mais evidente o procedimento. Nós que estamos deste lado utilizamos os jornalistas para que digam coisas que nós pensamos e não queremos dizer, tornando-nos responsáveis pelo que dizemos. E o jornalismo estimula essa prática em lugar de coibi-la”, refletiu Bielsa em entrevista após a derrota por 3 a 1 para o Sparta Praga, pela Liga Europa.

“Neste caso tem um ponto a mais de gravidade, porque ao invés de ser verbal, é áudio. Mas que diferença há entre gravar e colocar na memória e dizer ao jornalista? É o que há de mais comum. Não é algo que se possa discutir porque todos sabemos que é assim que acontece em todos os momentos”, completou.

Para Bielsa, o mais importante é que a situação não atrapalhe seu time, que ainda não venceu na Liga Europa e ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol, com cinco pontos em seis rodadas.

“Não quero que nenhum aspecto alternativo acarrete um problema. O meu problema é a realidade da minha equipe, e minha responsabilidade em relação a essa realidade”, encerrou o argentino.

Sem mais artigos