A vida do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e do ex-presidente da Fifa, João Havelange, pode complicar nos próximos dias. Tudo porque o atual presidente da entidade mais poderosa do futebol, Joseph Blatter, estaria disposto a pedir para a Justiça da Suíça que torne público os documentos com provas contra membros da Fifa, incluindo os dois brasileiros, de acordo com informações da “BBC”.

Nos últimos anos, a Fifa trabalhou arduamente para evitar que estes documentos chegassem aos olhos do público. Os advogados da entidade chegaram até entrar num acordo de quase R$ 11 milhões para que se mantivesse em sigilo os nomes dos envolvidos no escândalo.

A investigação criminal que coloca os dois em xeque é sobre a falência da ISL, empresa parceira da Fifa, que aconteceu em 1990. De acordo com os documentos, integrantes da Fifa teriam recebido dinheiro da ISL em troca dos direitos de televisão e dos contratos de patrocínio da Copa do Mundo.

Joseph Blatter vai aproveitar que está reunido com membros do comitê executivo da Fifa em Zurique (Suíça) para consultá-los sobre a publicação dos documentos. Durante a reunião será anunciado o calendário da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Sem mais artigos