O novo uniforme lançado recentemente pelo Boca Juniors, com camisa cor de rosa, nem mesmo foi utilizado em uma partida oficial e já é motivo de polêmica na Argentina. O time mais popular do país pretente estrear a vestimente neste domingo (13), no jogo diante do Rosário Central. Porém, segundo informação publicada pelo diário Olé, a Associação de Futebol Argentina (AFA) irá exigir que o clube utilize o tradicional azul e dourado na partida, sob risco de ser multado caso não cumpra a determinação.

Lançada em julho deste ano, juntamente com toda a nova linha de uniformes do Boca Juniors para a temporada 2013/14, a nova camisa rosa causou forte reação dos torcedores argentinos nas redes sociais, não apenas pelo fato do rosa ser associado às mulheres, mas também por não pertencer às cores tradicionais do clube.

Porém, mesmo com a negativa da AFA e de alguns Xeneizes, Marcelo London, secretário-geral adjunto do Boca Juniors, garantiu que o uniforme será lançado no domingo. Em entrevista ao programa de rádio Planeta Boca, o cartola disse que o departamento de marketing da Nike, fornecedora de material esportivo do time, confirmou que o modelo foi um sucesso de vendas.

“Vamos jogar com a camia rosa. Realmente foi um êxito de vendas. É uma cor difícil de digerir mas cumpriu com o seu compromisso. A empresa que nos fornece o material esportivo e sua equipe de marketing insistem”, disse.

Sem mais artigos