O jogo no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, começou com lances vistosos, que deixaria acordado o menos fanático dos torcedores da antiga geral do Maracanã. Negueba ameaçou fazer fila, Márcio Azevedo deu chute no vento para enganar o adversário e Lucas meteu a bola por baixo das pernas de Thomás. Tudo isso apenas nos primeiros cinco minutos de partida.

Utilizada pelos menos habilidosos, a falta é um dos antídotos para solucionar o problema de ser driblado. Artifício esse que passou a dominar a partida após os minutos iniciais. Passou existir uma partida faltosa, com direito a um cartão amarelo para cada lado em menos de 10 minutos.

Com isso, o jogo ficou mais truncado. O holandês Seedorf, pelo lado do Botafogo, e o paraguaio Cáceres, pelo Flamengo, foram quem mais tentaram algo diferente. De resto, o Mengão trocava passes na defesa ou fazia lançamentos, enquanto o time da estrela solitária atacava sem eficiência. Emoção apenas no final do primeiro tempo, com duas defesas importantes do goleiro botafoguense Jefferson, em chutes de Negueba e Léo Moura.

A partida recomeçou no segundo tempo sendo disputada lance a lance por ambas as equipes. Sem nenhum time tomar uma maior iniciativa, o destaque ficou para Wagner Love, que ao fazer um cruzamento, conseguiu chutar a bola no próprio pé de apoio, fazendo-a sair pela linha de fundo.

E o jogo continuou sem maiores emoções, com mais um lance esquisito, agora protagonizado por um jogador do Botafogo: o lateral esquerdo Márcio Azevedo chutou o chão ao tentar um passe.

A monotonia da partida só foi quebrada com uma cobrança de falta de Seedorf perto da grande área, após falta de Cáceres em cima de Cidinho, que arrancava com velocidade. O holandês surpreendeu o Felipe, chutando a bola no canto do goleiro, enquanto o arqueiro foi para o outro lado. A bola passou raspando por cima do gol.

Minutos depois, quase que o Botafogo conseguiu tirar o zero do placar. No lance, o atacante Elkeson tocou de cabeça para o volante Renato, porém o zagueiro González conseguiu tirar a bola em um corte providencial. Já no final da partida, Liedson cabeceou no travessão, após jogada de Ramon, fazendo o lance mais perigoso de toda a partida.

Desta forma, o jogo acabou no Engenhão com um empate sem gols entre Botafogo e Flamengo. O rubro negro termina a primeira fase do Brasileirão na zona intermediária da tabela, enquanto o Botafogo viu o time se distanciar da zona de classificação para a Libertadores da América.

Botafogo e Flamengo não saem do zero no Engenhão

Sem mais artigos