Os brasileiros realmente estão por cima quando se trata de MMA (Lutas Marciais Mistas). Para comprovar o bom momento vivido pelo país, na madrugada desta quarta para quinta-feira, aconteceu a entrega dos prêmios aos vencedores do World MMA Award, o “Oscar do MMA”.

Nas principais categorias, só deu Brasil. Destaque para o prêmio de melhor lutador do ano que ficou com José Aldo, peso pena do UFC – antigo WEC. No feminino, ponto para o Brasil novamente, com Cris Cyborg, que já tinha sido considerada a melhor lutadora em 2009.

O inesquecível combate entre Anderson Silva e Chael Sonnen, no UFC 117, foi considerado a luta do ano. A finalização do ano ficou com Fabrício Werdum, que bateu a lenda Fedor Emelianenko com um triângulo em menos de um minuto de luta.

Outro brasileiro que saiu com uma estatueta foi Maurício ‘Shogun’ Rua, que levou o prêmio de melhor nocaute pela luta contra o compatriota Lyoto Machida, válida pelo cinturão dos meio-médios. Por fim, a Wand Fight Team, que fica nos EUA, mas pertence ao brasileiro Wanderlei Silva, levou o troféu de Academia do ano.

Veja a lista de todos os premiados da noite
Melhor árbitro de MMA – Herb Dean
Melhor evento – UFC
Finalização do ano – Fabricio Werdum sobre Fedor Emelianenko
Academia do ano – Wand Fight Team
Treinador do ano – Greg Jackson
Lutador internacional do ano – Alistair Overeem
Luta do ano – Anderson Silva X Chael Sonnen, UFC 117
Lutadora do ano – Cristiane Santos
Nocaute do ano – Mauricio Rua sobre Lyoto Machida, UFC 113
Revelação do ano – Jon Jones
Lutador do ano – José Aldo

Sem mais artigos