Uma briga generalizada entre torcedores do Corinthians e do Palmeiras que ocorreu por volta das 11h desse domingo (25) no bairro do Limão, em São Paulo, deixou várias pessoas feridas e um morto.

O enfrentamento ocorreu horas antes do clássico entre as duas equipes pelo Campeonato Paulista, vencida pelo Corinthians por 2 a 1. Cerca de 50 integrantes de grupos rivais de torcedores protagonizaram o confronto no bairro.

Dois torcedores foram presos e a confusão só terminou quando a polícia utilizou bombas de efeito moral.

André Alves, de 21 anos, foi atingido por um tiro na cabeça e morreu. O jovem foi levado para o hospital Vila Nova Cachoeirinha, mas não resistiu depois de perder massa encefálica e faleceu. Ele era membro da torcida organizada Mancha Alvi-Verde.

Outro homem, de 23 anos, levou um tiro no abdômen e foi hospitalizado.

Já um homem de 27 anos sofreu traumatismo craniano ao ser golpeado por uma barra de ferro na cabeça e teve que ser submetido a uma cirurgia. As outras quatro vítimas deram entrada em diferentes centros médicos, mas sem ferimentos tão graves.

A polícia suspeita que torcidas organizadas utilizaram redes sociais para convocar seus membros para o confronto.

Sem mais artigos