O brasileiro Bruno Soares ficou muito perto de conquistar seu primeiro Grand Slam de duplas masculinas, mas, jogando ao lado do austríaco Alexander Peya, perdeu neste domingo (8) a final do US Open para o indiano Leander Paes e o tcheco Radek Stepanek.

P

A dupla campeã precisou de 1 hora e 12 minutos para fechar a partida, disputada na quadra central do complexo de Flushing Meadows, em 6-1 e 6-3.

Campeão nas duplas mistas em 2012, jogando ao lado da russa Ekaterina Makarova, o tenista mineiro voltou a ser derrotado neste ano em final de Grand Slam. Em Wimbledon, formando dupla com a americana Lisa Raymond, Soares caiu diante da francesa Kristina Mladenovic e do canadense Daniel Nestor.

Hoje, desde o início da partida Leander Paes e Radek Stepanek mostraram superioridade. Já no primeiro game disputado a dupla quebrou o serviço de Bruno Soares. Com mais uma quebra no terceiro game, o indiano e o tcheco não tiveram dificuldade em fechar em 6-1, em apenas 24 minutos.

Na segunda parcial, Soares e Peya até tentaram endurecer o jogo, mas outra quebra no primeiro game voltou a complicar a situação da dupla. No quinto game, quando o placar marcava 3-1 para Paes e Stepanek, o parceiro do tenista brasileiro precisou de atendimento médico.

Depois da paralisação, as duas duplas confirmaram serviços até ao nono game, quando Peya, apresentando muitas dificuldades para sacar, foi quebrado outra vez, e o set foi fechado em 6-3, em 48 minutos, encerrando a partida.

Com o título, Paes e Stepanek dividem prêmio de US$ 420 mil, enquanto Bruno Soares e Peya recebem cheque de US$ 210 mil. Além disso, o brasileiro e o austríaco, com o desempenho no US Open, seguirão ranqueados como a segunda melhor dupla do mundo, atrás apenas dos americanos Bob e Mike Bryan.

Sem mais artigos