O pugilista Evander Holyfield, de 48 anos, não conseguiu chegar ao fim da luta contra Sherman Williams, de Bahamas, neste sábado.

A luta que marcaria a quebra do recorde histórico de idade de um peso-pesado não cheogu ao final por contra de uma cabeçada que Holy sofreu de um rival e o impediu de continuar no ringue, deixando a luta sem vencedor e irritando a torcida.

Apesar de estar bem fisicamente, The Real Deal mostrou falta de ritmo. Os golpes não entraram bem e ele estava perdendo por pontos quando levou a cabeçada. Resultado: cortou o supercílio e, mesmo sem exergar direito, ainda voltou para o terceiro assalto, quando, novamente perdeu por pontos. No intervalo, não teve jeito e ele acabou desistindo.

A arbitragem então julgou que o abandono não foi intencional e deixou o comabte sem vencedor. Resultado: sonoras vaias à Holyfield enquanto tentava explicar ao público o que aconteceu. Williams, frustrado e irritado, lançou um desafio: “Venha para as Bahamas, vamos lutar no meu país então”.

A próxima luta de Evander Holyfield será em maio, contra o dinamarquês Brian Nielsen, pela Federação Internacional de Boxe, uma luta para manter o ritmo em busca da unificação dos cinturões – seu sonho declarado.

Sem mais artigos