O atacante Loco Abreu se consolida a cada dia como um dos ídolos da nova geração do Botafogo. Autor do tento que acabou com o jejum de 16 anos sem vencer o Grêmio, no Olímpico, o jogador foi exaltado pelo técnico Caio Júnior, que chegou a compará-lo com o ex-tetracampeão Romário.

“Às vezes, o torcedor pode achar que ele não está tocando na bola. Cito o Romário, por exemplo. Tocava pouco na bola, mas decidia jogo, desequilibrava. O Loco tem esse carisma”, afirmou.

O comandante aproveitou e explicou a polêmica que aconteceu durante do jogo antes mesmo de ser questionado pelos jornalistas. Durante o duelo, o lateral-esquerdo Cortês e o uruguaio haviam discutido dentro do gramado.

“O Loco e o Cortês discutiram, mas já está totalmente resolvido. Eles se abraçaram, conversaram. Assim que tem que ser”, completou.

O camisa 13 também mostrou satisfação com suta atuação e a força psicológica do time. Segundo o atleta, o elenco soube suportar a pressão do adversário e das arquibancadas e esperou o momento certo para garantir os três pontos.

“O Grêmio tem um meio-campo que joga muito bem e tem um time muito completo. Além disso, ainda tem a pressão da torcida. Esperamos o momento certo para fazer o gol e conseguir o resultado. Podíamos ter liquidado o jogo antes, mas está bom”, comentou.

Sem mais artigos