Após uma classificação polêmica durante a repescagem das Eliminatórias Européias, a seleção da França chega a África do Sul como uma das concorrentes ao título da Copa do Mundo de 2010. Porém, os jogadores que participaram da vitoriosa campanha de 1998 se divergem sobre o favoritismo ou não da equipe no Mundial deste ano.

Eleito o melhor jogador da Copa de 98, Zinedine Zidane aposta que a França poderá surpreender muita gente e fazer bonito na África do Sul. “Acredito que algo de bom vai acontecer”, disse.

Já Dugarry, ex-companheiro do craque na seleção e no Bordeaux, não mostra o mesmo otimismo que o amigo. “Vejo potencial na equipe, mas, se levarmos em consideração o futebol apresentado nos últimos jogos, admito que estou preocupado. Acho que teremos de cruzar os dedos”, brincou.

Mesmo sendo contrário a opinião de Zidane, e seguindo a mesma linha de raciocínio de Dugarry, o técnico Aimé Jacquet, que há 12 anos ajudava a França a conquistar seu primeiro mundial, faz uma lembrança que pode animar os torcedores franceses.

“Todo mundo está preocupado agora, mas é preciso lembrar que em janeiro, fevereiro e março de 1998 todo mundo estava preocupado e sem confiar na equipe”, afirmou.

Sem mais artigos