Demitido pelo UFC após derrotar Mike Pierce com uma finalização em apenas 31s de luta, em combate do UFC Fight Night, disputado na cidade de Barueri, por ter demorado demais a soltar a chave de calcanhar no rival, o brasileiro Toquinho foi bastante criticado por Murilo Bustamante, seu ex-treinador, por conta da atitude antidesportiva. Em entrevista concedida ao site da revista Fighters Only, ele disse que o lutador, qe trabalhou com ele durante sua passagem pela Braziliam Top Team (BTT), não é tão humilde e ingênuou quanto alguns podem achar e ainda revelou que o atleta lesionou muitos colegas de treino.

“Eu normalmente não falaria nada, porque o que acontece dentro da Braziliam Top Team fica lá. Mas Toquinho vem falando muita bobagem sobre a minha equipe, e eu passei a me sentir à vontade para dizer o que penso. O que eu posso dizer – e ninguém defendeu mais o Toquinho do que eu cada vez que ele cometeu um erro como o que vimos em Barueri – é que eu achava que ele fazia aquilo por ser ingênuo, ou por ficar muito nervoso quando lutava. Mas ele causou muitos incidentes dentro da minha academia, e eu mudei de opinião. Me cansei de ver Toquinho lesionar companheiros de treino ao fazer sparring, principalmente quando estava perto de uma luta. Nós reclamávamos com ele cada vez que isso acontecia. Logo, reclamávamos muito”, disse Bustamante.

O ex-treinador  ainda revelou que as desculpas dadas por Toquinho a ele foram um dos pivôs para que a relação entre eles entrasse em choque.

“Sempre havia uma justificativa, que vinha acompanhada de uma desculpa sem sentido, a cada luta que ele perdia. Foi aí que a nossa relação começou a se desgastar. Cheguei a contratar um psicólogo para me ajudar a lidar com ele. Mas, como vimos, parece que não funcionou”, afirmou.

Fora do UFC após a demissão feita por Dana White, que criticou demais a atitude do lutador, Toquinho também recebeu uma negativa do Bellator, principal concorrente da categoria e que costuma contratar atletas que não são mais aproveitados na princial organização de MMA.

Sem mais artigos