“Ele não voltará a ser capitão enquanto eu for o treinador da Inglaterra”. Foi com esta frase que o técnico da seleção, Fábio Capello, se pronunciou pela primeira ver de forma publica sobre o escândalo de aldultério envolvendo o zagueiro do Chelsea.

“Eu falei que o capitão é sempre um exemplo para as crianças e os torcedores. Conversei com ele, que entendeu tudo”, explicou o treinador, deixando claro os motivos que o fizeram tomar esta decisão.

Mesmo com a punição, o Capello explicou que o zagueiro não deverá perder o espírito de liderança que sempre exerceu dentro de campo.

“John Terry é um líder e não poderá ter a braçadeira. Eu pedi para que ele seja o mesmo. Não acredito que os jogadores perderam o respeito por ele”, afirmou o treinador, que confirmou o zagueiro Ferdinand, do Manchester United, como o novo capitão do English Team.

Sem mais artigos