Durante a partida entre São Paulo e Linense, vencida pelo Tricolor por 3 a 1, a grande polêmica girou em torno da ríspida discussão entre o treinador Paulo César Carpegiani e o atacante Dagoberto, que se recusou a cumprir uma orientação em campo.

Os microfones da ‘Jovem Pan’ pegaram parte da discussão: “quer sair, pode sair”, disse o técnico, após o jogador tê-lo ofendido. 

Após o jogo, Carpegiani deu sua versão: “Não preciso dizer publicamente que quem manda sou eu. Acho que o outro lado tem que entender isso e quando eu disser isso é só uma vez”, afirmou antes de completar: “a partir de agora, se aparecer alguma proposta ele não teria mais meu aval de permanência. Prefiro lidar com jogadores mais sensíveis, mais profissionais”, afirmou o treinador.

Sem mais artigos