Acompanhando de perto a situação vivida pela Portuguesa desde o fim do ano passado, o Gil Vicente, time da primeira divisão do futebol de Portugal, enviou na última sexta-feira (04), através do presidente Antônio Fiusa, uma carta de apoio a Ilídio Lico, presidente da Lusa. O documento, revelado pela coluna De Prima, do jornal Lance!, parabeniza a equipe paulista pelo esforço feito na Justiça Comum para reconquistar a vaga na Série A do Campeonato Brasileiro.

Além do apoio ao clube coirmão, o Gil Vicente lembra no documento que viveu uma situação  similar ao caso da Lusa há oito anos. Em 2006, a Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) despromoveu o Gil Vicente para a Liga de Honra (Segunda Divisão de Portugal) por conta da inscrição irregular do angolano Mateus.

Na oportunidade, o caso foi levado à Fifa, que ameaçou suspender a seleção portuguesa e os clubes filiados de Portugal de todas as competições internacionais

Leia abaixo a carta na íntegra enviada pelo Gil Vicente:

“Caro presidente Ilídio Lico,

É com imenso prazer e satisfação que o congratulo pela vitória no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Brasil, que procedeu à suspensão da ação de descida de divisão aplicada à Portuguesa e promoveu a consequente integração no Campeonato Brasileiro de 2014.

Como sabe, o Gil Vicente viveu, em 2006, um caso idêntico no campeonato português, igualmente envolvendo a inscrição de um jogador, que está vincado na história do futebol português como o “Caso Mateus”. Esta intempérie precipitou a despromoção injusta do Gil Vicente à Segunda Liga portuguesa e causou danos que pouco a pouco temos conseguido reparar. Foi o período mais difícil da história do clube que poderia ter culminado com o fechar de portas.

Entretanto, conseguimos regressar à Primeira Liga dentro do relvado, embora o processo da despromoção do Gil Vicente ainda continue na justiça portuguesa. Irá fazer em agosto oito anos e ainda sem decisão. Mas acreditamos que este impasse será resolvido em breve pelos meios legais e o Gil Vicente será ressarcido.

São casos vencedores como o da Portuguesa que ainda nos dão mais força para lutar e alcançar o que é nosso por direito.

Despeço-me com os mais sinceros cumprimentos e votos de sucesso para as campanhas futuras da Portuguesa.

Antônio Fiusa

Presidente da Direção do Gil Vicente Futebol Clube”

Sem mais artigos