Capitão da Espanha na conquista dos títulos da Eurocopa de 2008 e da Copa do Mundo de 2010, o goleiro Iker Casillas fez elogios ao grande líder da seleção italiana, o colega de posição Gianluigi Buffon, com quem disputará no próximo domingo o direito de levantar a taça da Euro-2012.

“Buffon tem minha admiração e meu máximo respeito. É um goleiro excepcional, que com 34 anos está entre os melhores. Para os goleiros como nós, um pouco mais jovens, ele foi uma referência, nos motivou, e queríamos parecer com ele. Temos boa relação e sempre que nos enfrentamos é um prazer”, disse Casillas, que tem 31 anos, três a menos que o camisa 1 da ‘Azzurra’.

O goleiro espanhol aproveitou para falar sobre o reencontro com a Itália, equipe com qual a ‘Fúria’ empatou em 1 a 1 na primeira partida de ambas nesta edição da Euro.

“Na final, voltaremos a nos encontrar com a equipe que duelamos na estreia, e agora nos veremos de novo para encerrar o torneio. Considerava tanto a Alemanha quanto a Itália ótimas equipes, cada uma com seu futebol. A seleção italiana é uma adversária perigosa, que nos trará dificuldades”, comentou.

Casillas recordou também a última rodada do grupo C, em que a Espanha teve a chance de eliminar a Itália caso empatasse em dois ou mais gols com a Croácia, mas venceu por 1 a 0.

“Em nenhum momento pensamos em empatar em 2 a 2. Nosso profissionalismo não permitia isso. Queríamos vencer a Croácia, tivemos um momento em que eles nos sufocaram e poderíamos ser eliminados. Nosso objetivo é sempre vencer. Os que estão aqui se sentem honrados por isso”, declarou.

Por fim, o atleta do Real Madrid descreveu como tem sido para a Espanha disputar a competição continental carregando nas costas o peso das conquistas de 2008 e 2010.

“Sabíamos o tempo todo que esta Eurocopa não seria como a de 2008. Somos referência em nível mundial e esperamos que isso dure muito tempo. Mas tudo é um ciclo, e daqui a pouco chegará uma seleção que dominará as restantes. Somos o adversário a ser batido e sempre se fala mais de nós. O importante é que estamos na final e vamos tentar defender o título de quatro anos atrás”, encerrou o goleiro.

Sem mais artigos