Pode até parecer brincadeira de final de ano, mas a CBF, mesmo de férias, divulgou que a principal mudança do seu Regulamento Geral das Competições (RGC) diz respeito às mascotes dos clubes brasileiros, que sempre fizeram sucessos e viraram marcas registradas em todos os estádios ao entorno do país. Tanto as crianças que acompanham a entrada da equipe quanto os bonecos criados pelos departamentos de marketing dos clubes.

Com isso, a partir de 2009, segundo o documento da CBF, está limitada a entrada de 22 crianças no campo. Já no segundo caso, os bonecos só poderão ficar no gramado antes, no intervalo e após as partidas. Assim, os jogadores não poderão comemorar gols ao lado do símbolo do time e os mascotes não poderão animar a torcida no decorrer da partida.

Isso porque estamos a praticamente cinco anos da realização da Copa do Mundo do Brasil. Qual será a próxima medida da CBF? É esperar pra ver.
 

 

Leia também:

 

Estréia fenomenal: Corinthians e Flamengo planejam clássico pela paz na Palestina

Sem mais artigos