O Boston Celtics jogou na noite deste sábado como campeões defensores da Conferência Leste ao vencer por 97 a 81 o Miami Heat no terceiro jogo das semifinais da NBA e conseguir o primeiro triunfo.

Apesar da derrota, os Heat têm vantagem de 2 a 1 na série melhor de sete partidas. O próximo jogo será disputado na próxima segunda-feira no mesmo TD Garden de Boston.

Se nos dois primeiros disputados no American Airlines Arena, a equipe de Miami, liderada por LeBron James, Dwyane Wade e Chris Bosh impuseram seu jogo, ao chegar a Boston só puderam suportá-lo na primeiro tempo.

Depois surgiu o jogo do veterano ala Kevin Garnett, que conseguiu um double-double de 28 pontos e 18 rebotes que deixou sem opção o jogo dos Heat desde o final do terceiro quarto.

Mas além de um Garnett inspirado, o ala Paul Pierce também recuperou seu melhor jogo e converteu 27 pontos que ajudaram os Celtics a evitar uma desvantagem de 3 a 0 na série, da qual até agora nenhuma equipe conseguiu tirar.

O armador Rajon Rondo que apesar de ter o cotovelo esquerdo deslocado fez um grande trabalho na direção do jogo durante o quarto quarto.

O ala-armador Ray Allen chegou aos 15 pontos e quatro assistências, enquanto o reserva Delonte West marcou 11 para completar a lista de quatro jogadores dos Celtics com dez pontos ou mais.

Perante o melhor jogo de equipe e individual, os Heat desabaram no terceiro quarto e também não puderam reagir no quarto, já que nenhum de seus jogadores de destaque recuperou o nível que tinham tido no primeiro tempo.

Assim, o ala-armador Wade, com 23 pontos e sete assistências, ia ser o líder no jogo ofensivo dos Heat, que viram como James não ia ser protagonista ao ficar com 15 tantos.

Tanto Wade como James se combinaram para converter 14 de 35 arremessos de quadra e deixar os Heat com apenas 43% de acerto nestes arremessos e 22% (5-23) de cestas de três, comparado com 50% e 50% (9-18), respectivamente, conseguido pelos Celtics.

Bosh esteve ainda pior que seus companheiros ao marcar apenas seis pontos, pegar cinco rebotes, dar uma assistência e um toco.

Apesar da derrota, o lado positivo para os Heat foi ver como o pivô reserva continua apresentando um bom basquete individual ao conseguir um double-double de 12 pontos e 11 rebotes para ser o jogador mais completo da equipe de Miami.

Grizzlies na frente

O ala-pivô Zach Randolph voltou a ser o fator decisivo que permitiu o Memphis Grizzlies vencer na prorrogação por 101 a 93 o Oklahoma City Thunder no terceiro jogo das semifinais da Conferência Oeste e após tirar uma desvantagem de 16 pontos.

A vitória deixou os Grizzlies com a vantagem de 2 a 1 na série melhor de sete partidas. O quarto duelo será disputado no mesmo FedExForum, de Memphis, na próxima segunda-feira.

Randolph conseguiu um double-double de 21 pontos e 21 rebotes, a melhor marca na história da franquia, além de dar duas assistências e um toco.

Junto a Randolph, o armador Mike Conley converteu 18 pontos, os mesmos do ala-armador O.J.Mayo, que começou como reserva para ser uma das peças-chave na vitória dos Grizzlies.

Os Grizzlies querem se transformar na primeira equipe na história da NBA a conseguir a vaga para a final da Conferência Oeste como cabeça-de-chave número oito, depois que nas quartas de final eliminou por 4 a 2 o San Antonio Spurs, a franquia com a melhor marca durante a temporada regular e primeiro pré-classificado.

A equipe de Memphis está a duas vitórias mais de conseguir a façanha e além disso ainda não perdeu um só jogo em casa.

Os Grizzlies, que tiveram um começo de partida ruim especialmente no segundo quarto, no último reagiram de forma brilhante para conseguir parcial de 23 a 10 e na prorrogação, após converter os seis primeiros pontos, conseguiram 15-7.

A estrela dos Thunder, o ala Kevin Durant, embora tenha conseguido um double-double de 22 pontos e 12 rebotes, todos defensivos, no final não conseguiu os pontos decisivos.

Durant, cestinha da NBA durante a temporada regular e até agora da fase final, só fez três arremessos na prorrogação e errou os três.

O armador Russell Westbrook também conseguiu um double-double de 23 pontos, 12 assistências, seis rebotes e duas roubadas de bola. Já o ala-pivô congolês Serge Ibaka converteu 14 pontos, pegou oito rebotes e deu seis tocos. A equipe de Memphis acabou com 55 rebotes contra 53 para os Thunder.

Celtics reagem e diminuem vantagem do Miami; Grizzlies também ganham

Sem mais artigos