O Chelsea garantiu vaga para as oitavas de final da Liga dos Campeões ao vencer o Valencia por 3 a 0, em Stamford Bridge, nesta terça-feira, resultado que, junto ao tropeço do Bayer Leverkusen, deu à equipe inglesa a liderança do grupo E.

O time comandado pelo técnico André Villas-Boas conseguiu um placar confortável ainda na primeira etapa. Aos 3 minutos, Sturridge cruzou a bola na área, Mata dominou e tocou para Drogba, que chutou cruzado sem chances de defesa para o brasileiro Diego Alves.

Mesmo com a vantagem no placar, foi o Valencia que dominou a partida até os 10 minutos. Depois, o jogo ficou morno e só voltou a esquentar quando o Chelsea marcou o segundo, aos 22.

Após contra-ataque de Drogba pelo meio, Ramires recebeu na frente, tirou o zagueiro Víctor Ruiz e bateu com força, marcando o segundo.

Na etapa complementar, a estrela de Drogba brilhou novamente. Aos 28 minutos, o atacante fez belíssima jogada individual pela esquerda, mas na hora de concluir chutou forte no canto esquerdo, fora do gol.

Pouco depois, aos 31, Mata recebeu a bola e achou Drogba. Isolado, o atacante chegou na cara de Diego Alves e não desperdiçou, marcou o terceiro do time inglês e deu números finais a partida.

No outro confronto do grupo E, o Genk recebeu o já classificado Bayer Leverkusen, e empatou em 1 a 1.

A equipe belga abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo. Vossen recebeu passe de Dugari e chutou de direita balançando as redes do gol alemão.

Na segunda etapa, o Derdiyok aproveitou passe de Sam e chutou de direita empatando o jogo para o Leverkusen.

Com este resultado, o Genk foi aos 3 pontos e o Leverkusen acabou sendo superado pelo Chelsea, que pulou para a liderança do grupo com 11 pontos. O Bayer terminou em segundo com 10 e o Valencia confirmou vaga para a Liga Europa ao terminar em terceiro, com 8 pontos.

Sem mais artigos