Em fase de preparação para o embate contra o neozelandês Mark Hunt no próximo dia 25 de maio, em Las Vegas, Júnior Cigano já analisa melhor a derrota que sofreu para Cain Velásquez, no final do ano passado, e, para que a má sorte não o pegue outra vez, mudou sua rotina de treinos e estratégia, para não correr o risco de novamente ser atrapalhado pelo “overtraining”, que acontece quando há excesso de treinos, diminuindo o desempenho do lutador na hora da luta.

De acordo com informações enviadas por sua assessoria de imprensa nesta quinta-feira (09), o atleta está esperançoso para enfrentar Hunt e vê parte de sua preparação na última vez que subiu ao octógono como erro. Mas, confiante, quer recuperar o cinturão dos pesados ainda neste 2013.

Quais são os fatores que você acredita terem interferido no revés contra Cain Velásquez no final do ano passado?

Júnior Cigano: Da outra vez, nós passamos um pouco do limite na questão do treinamento. Depois vimos que foi excessivo, me causou “overtraining”. O auge do meu condicionamento tinha passado e acabei ficando abatido próximo à luta. Mas o Cain teve uma ótima performance e mereceu a vitória.

Planeja retomar o título de campeão dos pesos-pesados ainda este ano?

Com certeza, estou trabalhando duro para que esta minha atual condição de desafiante seja passageira. Vou ter o cinturão até o final do ano.

Sobre uma futura disputa de título, como você avalia a possibilidade de enfrentar Antônio ‘Pezão’, caso ele vença Velásquez no dia 25?

Se for para enfrentar o Pezão um dia, que seja pelo título. Somos muito amigos, já conversamos sobre isso e vamos lutar sendo pelo titulo.

 

Sem mais artigos