A justiça brasileira confiscou neste ano cerca de 40% da receita que os quatro grandes clubes do Rio de Janeiro tiveram com a venda de ingressos, informou nesta terça-feira o jornal “Folha de São Paulo”.

Fluminenses, Botafogo, Vasco e Flamengo perderam até agora R$ 3,6 milhões, de acordo com dados da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A dívida desses times com a justiça já supera a marca de R$ 1 bilhão, segundo balanço do ano passado. Uma grande parte desse valor se refere a pagamentos de ex-jogadores. No caso do Fluminense, a lista de credores chega a 400 nomes. A dívida do tricolor é de aproximadamente R$ 100 milhões, afirmou Mario Bittencourt, advogado do clube.

A situação é tão grave que o Fluminense não viu um centavo da receita dos ingressos este ano. Já o Vasco desembolsou 16% do valor arrecadado com as entradas e teve que pagar R$ 1,15 milhão à justiça.

Além dos quatro cariocas, Atlético Mineiro, Coritiba e o Atlético-PR também sofreram o confisco de suas bilheterias, embora no caso destes dois últimos, o valor das entradas foi destinado para o programa de sócios das equipes.

Sem mais artigos