Sebastian Coe, presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Londres (Locog), disse nesta segunda-feira que a concentração de Usain Bolt na preparação para uma prova é o principal motivo do jamaicano ser o maior velocista do mundo.

“Essa capacidade de controle nos 40 minutos que antecedem a corrida é o que faz dele o melhor”, disse Coe, ex-atleta e bicampeão olímpico nos 1.500m em Moscou e Los Angeles.

“Bolt chegou perto da perfeição”, afirmou o presidente do Locog, em entrevista coletiva, ao comentar a vitória do jamaicano na final dos 100 metros rasos, com o tempo de 9s63, batendo seu próprio recorde olímpico. “Ele sabe perfeitamente como conduzir esse tempo”, acrescentou.

Sebastian Coe também foi questionado sobre o fato da emissora americana “NBC”, detentora dos direitos dos Jogos Olímpicos nos Estados Unidos, não ter transmitido a final ao vivo. “Eu acho que isso já aconteceu outras vezes. Cada cadeia decide o que passar. Fica nas mãos dela organizar a programação de acordo com os interesses”, disse.

O diretor de Comunicação do COI, Mark Adams, acrescentou que a corrida pôde ser vista ao vivo no site da emissora”. 

Sem mais artigos