<br>O Comitê Olímpico Internacional (COI), após muitas reuniões e especulações, proibiu de forma definitiva a delegação do Iraque de participar dos Jogos Olímpicos de Pequim. O motivo? O governo do país vinha interferindo nos assuntos do conselho executivo do Comitê Olímpico Iraquiano, o que deixou os dirigentes do COI sem escolha.

A confirmação do veto veio através da agência de notícias independente <i>Aswat al Iraq</i>, que publicou nesta quinta-feira todo o conteúdo da mensagem que as autoridades olímpicas enviaram ao ministro da Juventude e Esportes do Iraque, Yasim Mohamed Yafar.

Só que a decisão de banir o Iraque, de uma forma provisória, havia sido tomada no dia 4 de julho. Porém, a confirmação veio somente nesta quinta-feira. Sendo assim, todos os convites direcionados aos atletas iraquianos foram retirados e oferecidos a outras delegações.

O imbróglio envolvendo ambas as partes não é de hoje. O Iraque, que não possui um presidente “formal” em seu comitê desde o sequestro de Ahmed al Hiyie al Samarrai em 2006, já tinha sofrido uma suspensão em 2003, quando foi comprovado que Odei Hussein, filho de Sadam, havia usado as instalações esportivas como câmara de tortura para atletas dissidentes. Porém, o Iraque conseguiu ser readmitido pelo COI em fevereiro de 2004 a tempo de participar dos Jogos de Atenas.

<b>LEIA MAIS</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=26253> Como músicos, eles foram grandes jogadores de futebol

<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/v2>Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

<a target=_blank href=http://www.baixahits.com.br>Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos