O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, disse hoje que algumas das novas provas realizadas nos Jogos da Juventude deste ano poderão entrar na Olimpíada de verão e que a edição de 2016 do evento, no Rio de Janeiro, deverá ter programas culturais paralelos às competições.

“Estamos considerando acrescentar algumas modalidades em um futuro ao programa olímpico. Sou um grande torcedor das provas mistas”, afirmou Rogge em alusão a algumas das competições desenvolvidas em Cingapura 2010 como o triatlo com revezamentos e o basquete no formato de três contra três em meia quadra.

O presidente do COI prometeu que os próximos Jogos da Juventude, que serão realizados em Nanjing (China), dentro de quatro anos, serão uma competição de maior qualidade que os de Cingapura, onde foi desenvolvido paralelamente um programa cultural que Rogge pretende introduzir também nos Jogos de verão.

“Estamos estudando para os Jogos Olímpicos tradicionais. Há um espaço claro para isso. É tarde demais para fazê-lo em Londres 2012, mas talvez seja possível para Rio 2016”, acrescentou.

Sem mais artigos