Nesta sexta-feira, o nadador Daniel Dias conquistou sua quinta medalha de ouro nos Jogos Paraolímpicos em Londres.

O brasileiro venceu a prova dos 50 metros nado borboleta com o tempo de 34s15, seu quarto recorde mundial obtido no elenco.

Este é o 14º pódio do Brasileiro em Jogos Paraolímpicos e a nona medalha de ouro.

Na quinta, ao alcançar o ouro nos 50m costas S5, Daniel igualou o nadador Clodoaldo Silva e a velocista Ádria dos Santos no número de pódios, com 13. 

Hoje, ele se isola como o maior atleta paraolímpico da história do Brasil. Daniel acumula 14 medalhas paraolímpicas em sua carreira, com nove ouros, quatro pratas e um bronze. 

Nos 50m borboleta, contudo, o brasileiro encontrou seu primeiro rival a altura, o americano Roy Perkins, que terminou apenas 42 centésimos atrás dele. Em todos os outros ouros conquistados, Daniel Dias venceu com grande vantagem para seus adversários.

“Foi tudo graças a muito treino, dedicação e confiança em Deus. Sabia que podia conseguir estas cinco medalhas e agora só falta uma. Trabalhei muito para engrandecer o esporte paralímpico brasileiro”, afirmou Daniel após a vitória.

Conhecido como o Michael Phelps paraolímpico, Daniel já superou o próprio desempenho obtido em Pequim, quando obteve quatro ouros, quatro pratas e um bronze. Amanhã, nos 100 metros livre, o brasileiro pode conquistar o sexto ouro na sua despedida de Londres. 

Com 5° ouro, Daniel Dias é o maior atleta paraolímpico da história do Brasil

Sem mais artigos